Notícias sobre o Imposto de Renda 2018: Fique sabendo

Receita libera hoje o programa do Imposto de Renda 2018 para download

ANUNCIE AQUI

EXPONHA SUA MARCA E SE TORNE VISÍVEL PARA TODA CIDADE.

ANUNCIE AQUI

EXPONHA SUA MARCA E SE TORNE VISÍVEL PARA TODA CIDADE.

ANUNCIE AQUI

EXPONHA SUA MARCA E  SE TONE VISÍVEL PARA TODA CIDADE.

NOTÍCIAS SOBRE O IMPOSTO DE RENDA 2018: DOWNLOAD DISPONÍVEL A PARTIR DE HOJE

A Receita Federal libera hoje, dia 26, o programa gerador do Imposto de Renda 2018, ano-base 2017. O programa pode ser baixado  por meio de sua página na internet

Porém, o contribuinte pode baixar o programa para fazer a declaração a partir de hoje, mas só poderá enviar a partir do dia 1º de março, quando começa a temporada do IR 2018. O prazo de entrega vai até 30 de abril. Os contribuintes que enviarem a declaração no início, sem erros, omissões ou inconsistências, receberão mais cedo as restituições do Imposto de Renda, caso tenham direito a ela. Lembrando que idosos, portadores de doença grave e deficientes físicos ou mentais têm prioridade. As restituições, a princípio. começam a ser pagas em junho e vão até dezembro, para as declarações que não caírem em malha fina.

http://www.econofisco.com.br/imposto-de-renda-2018-principais-mudancas-da-declaracao/

FIQUE POR DENTRO: IR 2018

Há multa para o contribuinte que não fizer a declaração ou aquele que entregar  fora do prazo. A multa terá valor  mínimo de R$ 165,74. O valor máximo é o equivalente  a 20% do imposto devido.

Os empregadores têm até a próxima quarta, dia 28 de fevereiro,  para fornecerem a seus funcionários o comprovante de rendimentos  do ano passado.  Esse documento é necessário para fazer a declaração do Imposto de Renda de 2018. O comprovante de rendimentos tem que conter as informações sobre o total dos rendimentos obtidos pelo trabalhador em 2017 e o Imposto de Renda Retido na Fonte (IRRF) no período.

Os empregadores que não entregarem o comprovante de rendimentos dentro do prazo ou fornecerem com informações incorretas, pagam multa de R$ 41,43 por funcionário, informa o Fisco.

Receita solicitará mais informações sobre bens

A Receita Federal  solicitará mais informações sobre os bens na declaração deste ano. Entre os  dados pedidos, perguntas sobre imóveis e veículos. Este ano, as informações não serão obrigatórias. A obrigatoriedade começará em 2019.A Receita pedirá essas informações para identificar melhor os bens dos contribuintes e dar consistência maior à declaração.

Neste ano, será ainda um teste, sendo o fornecimento desses dados opcional. Em 2019, será obrigatório detalhar tudo, até o CNPJ dos bancos onde se tem conta corrente ou investimentos. Neste ano, é obrigatória a informação de CPF de dependentes a partir dos oito anos completados até a data de 31/12/2017.

http://www.gazetadopovo.com.br/economia/livre-iniciativa/imposto-de-renda-2018
https://restituicaoimpostoderenda.net/

IR 2018: Quem precisa declarar?

Neste ano, são esperadas 28,8 milhões de declarações em todo o Brasil. A declaração é obrigatória para aqueles que no ano passado, receberam rendimentos tributáveis superiores a R$ 28.559,70.

Na  atividade rural, é obrigatória a declaração para quem obteve receita bruta superior a R$ 142.798,50. 

As pessoas físicas que tiveram rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, que totalizaram em 2017 mais do que R$ 40 mil, devem fazer a declaração. Os contribuintes com propriedades de bens ou direitos que, somados, tenham valor superior a R$ 300 mil também devem prestar contas à Receita.

Imposto de Renda 2018

Os contribuintes continuam podendo optar pelo desconto simplificado, que corresponde a  dedução de 20% no valor tributável (limitado, este ano, a R$ 16.754,34). Para quem optar pela declaração completa, o limite para a dedução por dependente é de R$ 2.275,09. Para despesas com educação, o limite anual é de R$ 3.561,50. O teto para dedução referente ao pagamento de empregados domésticos é de R$ 1.171,84. Já para os gastos com saúde, não há valor limite para dedução.

 A Declaração pode ser elaborada de três formas:

– Computador, por meio do programa  IRPF 2018, disponível no site da Secretaria da Receita Federal. 
– Tablets e smartphones, pelo aplicativo Meu Imposto de Renda, disponível nas lojas de aplicativos a partir de 1º de março. 

– Computador, pelo serviço Meu Imposto de Renda, disponível no Centro Virtual de Atendimento (e-CAC), com o uso de certificado digital. 

http://impostorenda2018.com.br/declaracao-imposto-de-renda/

Curtiu o Artigo? Deixe um comentário e compartilhe com seus amigos.

Outras Postagens

A Paixão do brasileiro pelo futebol começa já na infância O futebol é  a paixão do povo brasileiro e isso se…
Vem aí o Festival de Artes de Itu com muitas atrações! A 25ª edição do Festival de Artes de Itu…

Anuncie Aqui

Apareça para milhares de pessoas todos os dias. Destaque sua marca por toda cidade e região.

Visitação aberta no final de semana no S.O.S. Mata Atlântica Projeto Porteira aberta acontece no final de semana na Fundação…
Veja bons motivos para saborear deliciosos sorvetes também no Inverno Sorvetes podem ser apreciados no tempo frio do Inverno! Acompanhe…

O Agito Interior foi criado com o intuito de ser um informativo regional, agrupando as principais notícias e eventos em um só lugar. Evitando assim aquelas buscas sem fim pelo que fazer em nossa cidade ou região. 

Essa página não tem cunho político ou partidário será postado apenas informações pertinentes a população, sem fazer propaganda eleitoral ou política.

Nos Siga Nas Nossas Redes Sociais

Agito Interior -TODOS OS DIREITOS RESERVADOS- 2018 a 2022

MARKETING DIGITAL